Quaquá: Lula, o nosso candidato!

Agora a mídia tradicional e diversos setores de esquerda não se cansam de repetir que o PT comete um erro em insistir na candidatura do Lula a presidente. Quero sustentar aqui que burrice seria não fazê-lo.

Primeiro, e antes de mais nada, não inscrever a candidatura do Lula significaria legitimar o estado de exceção. A condenação sem provas e num processo viciado e articulado politicamente é um escândalo internacional. Sua prisão, portanto, é absurdamente ilegal. Não aceitar o registro de sua candidatura seria mais uma ilegalidade gritante. E nós vamos aceitar tudo isso como se fosse normal?

Não podemos naturalizar a ditadura de novo tipo que se instalou no Brasil, comandada pela associação entre o Judiciário e os meios empresariais de comunicação. Inscrever Lula é parte da resistência ao estado de exceção. É parte da denúncia explícita do golpe contra a democracia e a Constituição. É expor que a ditadura brasileira de novo tipo quer fundar uma “democracia” pasteurizada, sem respeito à soberania popular.

O povo brasileiro quer Lula como seu presidente. É isso o que dizem todas as pesquisas, mesmo as encomendadas por seus adversários. Não será o PT que irá corroborar com a ditadura, tirando Lula da urna e excluindo das eleições a vontade do povo.

Por outro lado, e além de tudo, fazê-lo seria uma burrice eleitoral. Lula não apenas lidera todas as pesquisas, mas elas apontam que boa parte do eleitorado também votará “em quem ele indicar”. E isso não ocorre à toa. Ocorre porque o povo brasileiro reconhece tudo que Lula fez para melhorar concretamente a sua vida. O povo confia nele e acredita que ele irá fazer de novo.

Mais de 25% dos entrevistados pelos institutos de pesquisa dizem que votariam com certeza num candidato apoiado por Lula. Então, por que diabos o PT deixaria de registar a candidatura Lula? Não inscrevê-lo na Justiça Eleitoral não faria o menor sentido, pois mesmo se a ditadura de novo tipo cometer uma extrema violência contra a democracia e o povo, quem liderará as eleições será o Lula ou “quem ele indicar”.

Os juízes, a Globo ou cada partido de direita ou de esquerda que lambam suas crias. O PT defenderá o direito do povo escolher o Lula. Em nome da democracia, registrará sua candidatura e irá até o fim. E se a ditadura do Judiciário/mídia resolver afrontar a vontade popular e a democracia de fato, Lula saberá conduzir à derrota os usurpadores e golpistas através de quem ele escolher! Assim como o povo e sintonizado com o povo, o PT votará no Lula ou em “quem ele indicar”.

 

 

Gostou? Deixe o seu like ou compartilhe a nossa página

Quer receber nossas mensagens no whtsapp?

Ou cadastrar-se em nosso mailling?

Comentários