Menu

Por estatais, trabalhadores vão às ruas no dia 3 de outubro

Via CUT

Neste dia é aniversário da Petrobras, e o Movimento de Atingidos por Barragem (MAB) estará realizando seu 8º encontro nacional aqui no Rio, com mais de quatro mil atingidos por barragem e uma série de convidados internacionais.

Sabemos que o Brasil possui em seu território enormes riquezas: petróleo, água,  a Amazônia, minérios, terras e um grande patrimônio de empresas públicas como a Petrobras, a Eletrobras, o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal, a Casa da Moeda, o BNDES, a Cedae, entre outras.

Exatamente por isso, nós da CUT e o MAB, junto com as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, compreendemos a importância de fazer deste um grande dia de luta pela soberania nacional e para que nossas riquezas e empresas públicas possam beneficiar todo povo brasileiro. Contaremos também com a presença do maior representante do povo brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, o maior presidente da nossa história.

Por tudo isso, convocamos todos os nossos sindicatos e a população carioca para se somar a este dia de luta que iniciará na porta da ELETROBRAS às 11h (Esquina da Presidente Vargas com Rio Branco).

Ao meio dia, os companheiros e companheiras do MAB estarão se somando aos demais manifestantes, vindo numa bonita caminhada desde o Terreirão do Samba, onde estará se realizando o encontro nacional deles. É importante ressaltar também que algumas categorias, como bancários e os trabalhadores da CEDAE, farão mobilizações próprias na parte da manhã e ao meio dia também vão se somar na grande concentração. A previsão é de que entre 13h e 13h30min a gente caminhe pela Av. Rio Branco até a Avenida Chile, e se posicione no quadrilátero das estatais, de frente ao prédio da Petrobras e do BNDES, onde estará Lula.

Querem vender o Brasil.

O ilegítimo governo Temer, com apoio da maioria dos deputados e senadores e sob a proteção dos grandes meios de comunicação e do judiciário, quer entregar aos banqueiros e empresas internacionais as maiores riquezas e o patrimônio público do povo brasileiro.

O objetivo deles é explorar mais e lucrar muito.

se privatizar, VOCÊ vai pagar a conta!

– Através de grandes aumentos de tarifas nas contas de luz, de água, gás de cozinha, e combustíveis;

– Com demissões e desempregos;

– Com piora na qualidade do serviço: apagões.

O patrimônio pertence ao povo brasileiro. Privatizadas, você terá que pagar por algo que já lhe pertence.

Toda riqueza produzida pelo nosso trabalho será enviada para fora do país, para enriquecer os já bilionários empresários internacionais.

O povo será o grande prejudicado!

Dia 03 de outubro, dia de luta pela soberania nacional!

Uma nação soberana não entrega suas reservas estratégicas, como a água, o petróleo, a energia, a Amazônia, os minerais e suas empresas públicas.

No dia 3 de outubro, organizações sociais e sindicais farão uma grande luta na cidade do Rio de Janeiro.

Comentários