Menu

o Setorial de Pessoas com Deficiência convida a militância à luta!

Luciana Novaes é vereadora pelo PT-RJ e coordenadora do Setorial de Pessoas com Deficiência

Percebemos que a sociedade tem dado mais destaque à pautas que nem sempre estiveram inseridas no centro do debate político. O movimento das pessoas com deficiência, apesar de tradicional e antigo no Brasil, nunca teve tanto destaque como hoje. Mas queremos mais, muito mais!

As pessoas com deficiência representam cerca de 24% da população e, apesar de termos umas das legislações mais avançadas do mundo à respeito do tema, ainda não temos os nossos direitos garantidos de fato.

Um dos motivos é a falta de pessoas com deficiência nos espaços de decisão, execução e formulação das politicas publicas, principalmente no poder executivo. A representatividade importa sim, é só pensar que um(a) urbanista deficiente nunca deixaria uma obra ser realizada na cidade sem que ela tivesse acessibilidade.

Mas também, a falta de notoriedade da pauta dentro dos movimentos sociais que discutem a agenda brasileira, nos atrapalha bastante. É como se a classe política do país se negasse a discutir o tema.

Entendendo que a política que realmente representa o anseio do povo é aquela construída pela base, decidimos, logo na nossa primeira reunião, construir a proposta de nucleação do nosso setorial, começando, já no inicio do ano, com três núcleos na região metropolitana.

Transgredimos a forma tradicional de organização partidária. Entendendo que a coordenação do setorial não pode ser apenas os 10 indicados pela “chapa”, criamos um coletivo do setorial PCD diferente, que hoje já possui 19 membros e que vai incorporar todas as pessoas que quiserem participar. Aqui, não importa seu tempo de filiação, nem se votou na eleição de setorial, o que importa é se você quer ajudar a transformar o PT em referência nessa luta.

Outro ação que consideramos muito importante é a difusão dos materiais em relação à pauta, para a militância do nosso partido conhecer um pouco o universo da pessoa com deficiência, e é fundamental que as questões sobre acessibilidade e capacitismo estejam presentes no centro da concepção política do PT.

Mas para que nossa militância esteja realmente engajada acreditamos que é necessário além de muni-los de informação, convidá-los para a construção da luta política no cotidiano.

Com esse intuito, já contactamos alguns setoriais para trabalharmos juntos as pautas específicas. Tendo em vista que a questão da pessoa com deficiência é transversal, cabe a todos os setoriais fazerem suas discussões também com esse recorte.

Convidamos toda a nossa militância a participar da luta do setorial da pessoa com deficiência! A próxima reunião será dia 21/12 ás 14h, na câmara de vereadores (Gabinete da Luciana Novaes). Vamos juntos(as) construir novas concepções para nosso partido!

Comentários