#ForaGuedes: Ministro diz que pode renunciar e Bolsonaro diz que ninguém é obrigado a ficar

O clima no Planalto esquenta cada dia mais durante o desgoverno Bolsonaro. O ministro Paulo Guedes afirmou hoje que deixará o país caso a Reforma da Previdência não vingue e se transforme em uma “reforminha”. “Pego um avião e vou morar lá fora. Já tenho idade para me aposentar”, disse ele, segundo a reportagem publicada pela revista Veja.

Jair Bolsonaro, que enfrenta crise com seu time de ministro desde que iniciou o mandato e se vê agora no meio de uma crise devido, entre outros motivos, as medidas econômicas adotadas por sua equipe, inclusive pelo Ministro Paulo Guedes, ferrenho defensor da absurda Reforma da Previdência, logo respondeu a declaração de Guedes.

“Ninguém é obrigado a ficar como ministro meu”, disse o capitão reformado e agora Presidente da República.

Popularidade em queda 

Bolsonaro, desde que assumiu, enfrenta problemas com a opinião pública. Os diversos escândalos envolvendo seus filhos, a milícia e as absurdas declarações que coleciona, somado a um time de ministros que s[o lhe dão dor de cabeça, viu agora, pela primeira vez, sua rejeição superar sua aprovação.

A pesquisa de avaliação do Presidente foi publicada logo após as grandes manifestações contra os cortes na educação, que se espalharam por todo o país. Os movimentos estudantis convocam novas manifestações para o dia 30 deste mês, contra-atacando o posicionamento de Bolsonaro, que ofendeu os manifestantes, chamando-os de “idiotas úteis”.

 

 

 

Comentários