9f466434 8d96 468f b2c0 a894c756e841 676x320 - Moro assume autenticidade das mensagens vazadas pelo The Intercept

Moro assume autenticidade das mensagens vazadas pelo The Intercept

Moro disse que não vê nenhuma irregularidade nas conversas que vieram a público após o vazamento denunciado pelo The Intercept Brasil.

O ex-juiz Sérgio Moro, que condenou Lula à prisão e depois assumiu o Superministério da Justiça de Jair Bolsonaro, foi hoje (19) ao Senado prestar esclarecimentos. A pauta foi sobre os vazamentos de suas conversas com e Dallagnol e outros procuradores da Lava Jato pelo site The Intercept Brasil. No conteúdo das mensagens trocadas, ficou claro a parcialidade de Moro e Dallagonol, protagonistas da condenação de Lula, e a instrução à acusação por parte do Juiz, e o acato da acusação, o que torna toda a operação ilegal e imoral.

Flutuando entre a justificativa de que não reconhecia a veracidade da troca de informações, de que não se lembrava se havia ou não dito tais frases (vide Estadão) ou que as conversas teriam sido plantadas por um Hacker, hoje, Moro resolveu assumir que as mensagens vazadas são, sim, verdadeiras.

Moro reafirmou o caráter ilícito, segundo ele acredita, com que os diálogos divulgados foram obtidos. Ao mesmo tempo, disse não ter visto nenhuma irregularidade nos trechos das mensagens trocadas com o procurador Deltan Dallagnol, do MPF.

Ao afirmar que não vê irregularidades no conteúdo das conversas, Moro, em contradição com seu próprio discurso, assume que as mensagens , apesar de não ver nada de “errado” nas conversas em que aparece orientando os procuradores do Ministério Público, são, sim, verídicas.

Moro e Lava Jato precisam unificar o discurso e sair do estado confusional em que se encontram. Até o presente momento, não conseguiram prestar esclarecimento suficientes à sociedade brasileira sobre os ilícitos ocorridos durante as investigações da Lava Jato e do processo na República de Curitiba, capitaneada por Sergio Moro.

Comentários